Joice corre risco de cassação por irregularidade em declaração de bens

A campanha da candidata à Prefeitura de São Paulo Joice Hasselmann (PSL) confirmou o não envio da declaração de bens da parlamentar em 2018 ao TSE

Joice Hasselmann
Joice Hasselmann (Foto: Valter Campanato/Agencia Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A candidata à Prefeitura de São Paulo Joice Hasselmann (PSL) declarou irregularmente seus bens à Justiça Eleitoral quando se elegeu deputada federal em 2018. A campanha confirmou o não envio da declaração de bens da parlamentar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

"O partido, ao fazer o registro da candidatura em 2018, se equivocou e não lançou o patrimônio da candidata, que estava devidamente informado no seu Imposto de Renda".

Em 13 de agosto de 2018, a deputada declarou que não possuía patrimônio, contradizendo declaração de Imposto de Renda enviada à reportagem do portal Uol por sua campanha, que indicava bens equivalentes a R$ 89.980 em 2017. Joice tinha capital social em uma empresa (R$ 1.900), um Peugeot 206 (R$ 18 mil) e um terreno em Curitiba (R$ 70 mil).

Em 18 de agosto, o advogado da parlamentar, Gustavo Guedes, encaminhou uma retificação ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) informando que a candidata teria bens avaliados em R$ 1,05 milhão: R$ 150 mil em depósitos em contas bancárias e uma "construção" de R$ 900 mil.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247