Jovem de 26 anos morre com suspeita de coronavírus

"A falta de diagnóstico levou meu filho. Se tivesse antes a confirmação da infecção pelo coronavírus, talvez ele pudesse ser salvo”, desabafou a mãe

(Foto: Reprodução)

247 - Um jovem de 26 anos morreu no Rio de Janeiro com suspeita de coronavírus. Segundo a sua mãe, o jovem não foi diagnosticado a tempo de tentar um tratamento.

Em entrevista à revista Época, a mãe disse que o rapaz tentou realizar o exame para confirmar a doença por uma semana, mas não conseguiu.

“Acabei de cremar o corpo do meu caçula, um jovem saudável. A falta de diagnóstico levou meu filho. Se tivesse antes a confirmação da infecção pelo coronavírus, talvez ele pudesse ser salvo”, desabafou a mãe, afirmando que o filho era um “jovem saudável” e nunca apresentou qualquer problema de saúde. 

O rapaz apresentou sintomas a partir do dia 15 de março. Sentiu febre, mal-estar e falta de apetite. A mãe disse que ele tentou se tratar em casa por quatro dias, mas precisou procurar o Hospital Badim, na Tijuca, onde foi liberado.

Em uma semana, no último sábado (21), o quadro evoluiu drasticamente e ele precisou ser internado e entubado. Enquanto respirava com ajuda de aparelhos, ele teve um parada cardíaca e morreu horas depois.

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247