Justiça de São Paulo suspende Sisu e obriga MEC a provar que erro no Enem foi sanado

Decisão liminar atendeu pedido feito pela Defensoria Pública da União (DPU) e determina que o Sisu seja suspenso assim que as inscrições forem encerradas

(Foto: divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Justiça Federal de São Paulo, em decisão liminar, determinou que o processo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) seja suspenso assim que as inscrições forem encerradas, e que o Ministério da Educação comprove que o erro em notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram sanados. A informação é do G1.

A não divulgação das notas significa dizer que os resultados não poderão ser divulgados na data programada, dia 27 de janeiro.

A decisão liminar é da 8ª Vara Cível Federal de São Paulo e foi obtida em ação movida pela Defensoria Pública da União (DPU).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247