Justiça Federal em SP condena filhos de Paulo Maluf por lavagem de dinheiro

A Justiça Federal em São Paulo condenou três filhos do ex-prefeito da capital paulista Paulo Maluf pelo crime de lavagem de dinheiro. Segundo a acusação do Ministério Público Federal em 2006, a família Maluf fez movimentações financeiras no exterior, entre 1997 e 2003, para ocultar a origem de grande parte dos recursos desviados de obras na gestão do então prefeito, entre 1993 e 1996

(Foto: GUSTAVO LIMA - AG. CÂMARA)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Justiça Federal em São Paulo condenou três filhos do ex-prefeito da capital paulista Paulo Maluf pelo crime de lavagem de dinheiro. A sentença é assinada pela juíza Silva Maria Rocha, da 2ª Vara Federal Criminal de São Paulo. A ação foi iniciada há mais de 12 anos.

A pena imposta ao empresário Flávio Maluf é de oito anos de prisão em regime fechado e de quatro anos em semiaberto para as filhas Ligia Maluf Curi e Lina Maluf Alves da Silva.

Segundo a acusação do Ministério Público Federal em 2006, a família Maluf fez movimentações financeiras no exterior, entre 1997 e 2003, para ocultar a origem de grande parte dos recursos desviados de obras na gestão de Maluf na Prefeitura de São Paulo, entre 1993 e 1996.

De acordo com a denúncia, foram abertas contas e fundos de investimento ligados a empresas offshore sediadas na Ilha de Jersey e nas Ilhas Virgens Britânicas, dois paraísos fiscais.

O dinheiro, que também passava por bancos de Nova York, era repatriado com a suposta compra de títulos que essas companhias realizavam em favor da Eucatex, empresa da família Maluf no Brasil.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247