Justiça libera a lista das piores empresas do Rio

Oi mantm a dianteira conquistada em 2011 e lidera a lista de reclamaes da Justia do Rio, com 2.323 novas aes nos Juizados Especiais Cveis s neste ano; operadora seguida de perto por Itaucard, Santander, Light e Banco Ita

Fernando Porfírio _247 - A empresa de telefonia Oi foi a campeão de reclamações na Justiça do Rio de Janeiro. A operadora comandada por Francisco Valim liderou a lista das empresas mais acionadas com 2.323 novas ações no Juizado Especiais Cíveis. As cinco piores empresas na visão do consumidor são Itaucard, Santander, Light e Banco Itaú.

A lista “Top 30”, das empresas com mais problemas na Justiça do Rio, no primeiro mês do ano, foi divulgada nesta terça-feira (7). Depois da Oi, o Itaucard ficou na vice-liderança em desserviço com 1.752 processos. O banco é seguido pelo Santander com 1.730; pela Light, com 1.652; e pelo Itaú, com 1.524.

No período de um ano, de janeiro do ano passado a janeiro de 2012, a Oi também ficou na liderança: foram abertas contra a operadora de telefonia 37.043, todas reclamando da qualidade de seus serviços.

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargador Manoel Alberto Rebêlo dos Santos, informou que desde 2005 a corte divulga a lista das piores empresas. “Os números ainda são altos, mas já é possível notar uma mudança no comportamento do mercado, que começa a entender a importância da prestação de um serviço com melhor qualidade e da conciliação, quando já se tem uma ação proposta”, disse o desembargador.

O coordenador do Centro de Conciliação dos Juizados Especiais Cíveis, juiz Flávio Citro Vieira de Mello, explica que esse ranking é um serviço à sociedade. “A lista serve como banco de dados. Assim, os consumidores podem e devem consultá-lo antes de fechar um negócio. As empresas também podem se utilizar da ferramenta para saber se seus negócios resultaram em ações judiciais”.

O magistrado também aproveitou para informar que no período de janeiro 2011 a janeiro de 2012, as cinco empresas mais acionadas nos Juizados Especiais do Rio foram a Oi, com 37.043 ações; o Banco Santander, com 24.143; a Light, 23.124; o Banco Itaú, 20.606; e o Itaucard, com 19.239.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247