Justiça manda Witzel equipar hospital de campanha do Maracanã sob ameaça de multa

A juíza Gabriela Canellas Cavalcanti que haja, em dois dias, o fornecimento de equipamentos de proteção e limpeza; em três dias, testes confiáveis de coronavírus; em 15 dias, aumentar o número de funcionários no hospital de campanha do Maracanã. Caso não haja o cumprimento, o governo será multado em R$ 50 mil por cada obrigação

Governador Wilson Witzel
Governador Wilson Witzel (Foto: Carlos Magno/GOVRJ)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Justiça do Rio de Janeiro determinou que o governo do estado e o Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (Iabas) forneçam, urgentemente, equipamentos de proteção, testes e condições dignas de trabalho aos profissionais de saúde do Hospital de Campanha do Maracanã. A decisão ocorreu na última terça-feira, 26, quando o governador Wilson Witzel foi alvo da Operação Placebo, que investiga desvio de dinheiro em contrato relacionados à área da saúde e que apreendeu celulares e computadores do Palácio Laranjeiras (moradia oficial do governador).

A ação, entretanto, foi proposta na semana passada pelo Ministério Público do Trabalho do RJ, que denunciou uma situação de "descalabro, calamitosa e emergencial" no hospital, que é administrado pelo Iabas, onde suspeita-se que haja influência de Mário Peixoto, fornecedor do estado que foi preso recentemente, na Operação Favorito, por fraude em contratos na área da Saúde.

A juíza Gabriela Canellas Cavalcanti que haja, em dois dias, o fornecimento de equipamentos de proteção e limpeza; em três dias, testes confiáveis de coronavírus; em 15 dias, aumentar o número de funcionários no hospital de campanha do Maracanã. Caso não haja o cumprimento, o governo será multado em R$ 50 mil por cada obrigação, de acordo com matéria da Época.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247