Lindbergh critica agressão a Caco Barcellos

"Lamentável a agressão sofrida pelo jornalista Caco Barcellos. Denunciar a manipulação da "grande" imprensa não pode nunca se confundir com agredir os seus profissionais. Se a Globo tem a sua parcela de responsabilidade pela escalada da intolerância, é dever de quem defende a democracia rechaçar esta violência. Minha solidariedade ao repórter", publicou o senador Lindbergh Farias (PT-RJ); o jornalista foi agredido por manifestantes que criticavam o pacote de austeridade do governo do Rio ontem em frente à Alerj

"Lamentável a agressão sofrida pelo jornalista Caco Barcellos. Denunciar a manipulação da "grande" imprensa não pode nunca se confundir com agredir os seus profissionais. Se a Globo tem a sua parcela de responsabilidade pela escalada da intolerância, é dever de quem defende a democracia rechaçar esta violência. Minha solidariedade ao repórter", publicou o senador Lindbergh Farias (PT-RJ); o jornalista foi agredido por manifestantes que criticavam o pacote de austeridade do governo do Rio ontem em frente à Alerj
"Lamentável a agressão sofrida pelo jornalista Caco Barcellos. Denunciar a manipulação da "grande" imprensa não pode nunca se confundir com agredir os seus profissionais. Se a Globo tem a sua parcela de responsabilidade pela escalada da intolerância, é dever de quem defende a democracia rechaçar esta violência. Minha solidariedade ao repórter", publicou o senador Lindbergh Farias (PT-RJ); o jornalista foi agredido por manifestantes que criticavam o pacote de austeridade do governo do Rio ontem em frente à Alerj (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio 247 - O senador Linbergh Farias (PT-RJ) usou sua página pessoal no Facebook para condenar a agressão sofrida sofrida pelo repórter da Rede Globo Caco Barcellos por manifestantes que protestavam nesta quarta-feira 16 contra medidas de austeridade que seriam votadas pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) como medidas contra a crise.

"Lamentável a agressão sofrida pelo jornalista Caco Barcellos. Denunciar a manipulação da "grande" imprensa não pode nunca se confundir com agredir os seus profissionais. Se a Globo tem a sua parcela de responsabilidade pela escalada da intolerância, é dever de quem defende a democracia rechaçar esta violência. Minha solidariedade ao repórter", escreveu Lindbergh.

Barcellos foi perseguido por algumas pessoas e chegou a ser atingido na cabeça por uma garrafa de água e um cone de trânsito durante a cobertura da manifestação em frente à Alerj. Antes disso, outro repórter havia sido agredido com um pontapé e perdeu os óculos ao escapar do grupo que o perseguia. Entidades como a Associação Brasileira de Imprensa condenaram a agressão.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247