Lindbergh sobre ação contra MST: “Estado de exceção nu e cru”

"As cenas do vandalismo da polícia: trata-se de uma INVASÃO CRIMINOSA com disfarce de operação", protestou o senador no Twitter; outros parlamentares saíram em defesa do movimento dos Sem Terra, que foi alvo de uma operação violenta na Escola Florestan Fernandes nesta manhã; "A invasão da ENFF é uma repressão inaceitável contra os movimentos sociais", reagiu o deputado Paulo Teixeira (PT-SP); senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) lembrou que "lutar não é crime"

"As cenas do vandalismo da polícia: trata-se de uma INVASÃO CRIMINOSA com disfarce de operação", protestou o senador no Twitter; outros parlamentares saíram em defesa do movimento dos Sem Terra, que foi alvo de uma operação violenta na Escola Florestan Fernandes nesta manhã; "A invasão da ENFF é uma repressão inaceitável contra os movimentos sociais", reagiu o deputado Paulo Teixeira (PT-SP); senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) lembrou que "lutar não é crime"
"As cenas do vandalismo da polícia: trata-se de uma INVASÃO CRIMINOSA com disfarce de operação", protestou o senador no Twitter; outros parlamentares saíram em defesa do movimento dos Sem Terra, que foi alvo de uma operação violenta na Escola Florestan Fernandes nesta manhã; "A invasão da ENFF é uma repressão inaceitável contra os movimentos sociais", reagiu o deputado Paulo Teixeira (PT-SP); senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) lembrou que "lutar não é crime" (Foto: Gisele Federicce)

247 - A ação truculenta da Polícia Civil na Escola Florestan Fernandes, na Grande São Paulo, na manhã desta sexta-feira 4 provocou a reação de diversos parlamentares, que saíram em defesa do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), ao qual a escola é ligada.

"As cenas do vandalismo da polícia: trata-se de uma INVASÃO CRIMINOSA com disfarce de operação. A ENFF é uma escola!", protestou o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) no Twitter. "Polícia invade escola do MST sem mandado e dando tiro. Estado de exceção nu e cru", escreveu ele em outro tuíte.

Para o deputado Paulo Teixeira (PT-SP), "a invasão da ENFF é uma repressão inaceitável contra os movimentos sociais". A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) lembrou que "lutar não é crime". O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) compartilhou um banner do Levante Popular em solidariedade ao MST.

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247