Lindbergh vai apoiar Freixo à Prefeitura do Rio

Senador Lindbergh Farias (PT-RJ) deverá anunciar apoio formal ao deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) como candidato a prefeito do Rio de Janeiro nas eleições de outubro deste ano; segundo o colunista Lauro Jardim, Lindbergh tem dito a interlocutores que não conseguiria explicar o apoio ao deputado Alessandro Molon, que deixou o PT para a Rede Sustentabilidade, partido de Marina Silva — que esteve com Aécio Neves (PSDB) em 2014; posição de Lindbergh abre dissidência dentro do PT, que irá apoiar uma candidatura do PMDB

Senador Lindbergh Farias (PT-RJ) deverá anunciar apoio formal ao deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) como candidato a prefeito do Rio de Janeiro nas eleições de outubro deste ano; segundo o colunista Lauro Jardim, Lindbergh tem dito a interlocutores que não conseguiria explicar o apoio ao deputado Alessandro Molon, que deixou o PT para a Rede Sustentabilidade, partido de Marina Silva — que esteve com Aécio Neves (PSDB) em 2014; posição de Lindbergh abre dissidência dentro do PT, que irá apoiar uma candidatura do PMDB
Senador Lindbergh Farias (PT-RJ) deverá anunciar apoio formal ao deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) como candidato a prefeito do Rio de Janeiro nas eleições de outubro deste ano; segundo o colunista Lauro Jardim, Lindbergh tem dito a interlocutores que não conseguiria explicar o apoio ao deputado Alessandro Molon, que deixou o PT para a Rede Sustentabilidade, partido de Marina Silva — que esteve com Aécio Neves (PSDB) em 2014; posição de Lindbergh abre dissidência dentro do PT, que irá apoiar uma candidatura do PMDB (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio 247 - O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) deverá anunciar apoio formal ao deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) como candidato a prefeito do Rio de Janeiro nas eleições de outubro deste ano. 

Posição do senador abre uma dissidência dentro do PT, que irá apoiar uma candidatura do PMDB. 

Segundo o colunista Lauro Jardim, do Globo, Lindbergh tem dito a interlocutores que não conseguiria explicar ao eleitorado por que apoiar o deputado Alessandro Molon, que deixou o PT para a Rede Sustentabilidade, partido de Marina Silva — que esteve com Aécio Neves em 2014.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247