Livro de Olavo de Carvalho, armas e R$119 mil são apreendidos na casa de suspeito por atentado ao Porta dos Fundos

O suspeito de ser o terrorista que atacou a Sede do Porta dos Fundos, Eduardo Fauzi, está foragido. Apolícia constatou que ele possui mais de 15 registros criminais, tem ligação com as milicias e é filiado ao PSL desde 3 de outubro de 2001. Em sua casa a polícia apreendeu armas, R$ 119 mil e o livro de Olavo de Carvalho "O Imbecil Coletivo".

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O livro de Olavo de Carvalho é uma espécie de manual de conduto para os iniciados na doutrina olavista. Eduardo Fauzi, que está foragido, possui mais de 15 registros criminais e é filiado ao PSL desde 3 de outubro de 2001.

A reportagem da revista Fórum destaca que "entre os registros criminais de Cerquise, estão acusações de lesão corporal, ameaça, coação no curso do processo, agressão contra mulheres, desacato e exercício ilegal da profissão. Em fevereiro, ele foi condenado a quatro anos de prisão pela justiça do Rio, respondendo por lesão corporal, ameaça e desacato, mas crimes prescreveram."

A matéria ainda lembra que "Cerquise foi identificado por câmeras de segurança após retirar o capuz momentos depois do ataque, no dia 24 deste mês. Para identificá-lo, a polícia utilizou imagens de mais de 50 câmeras de segurança do bairro."

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247