Mais de 600 animais morrem em 4 meses em centro de tratamento do Ibama no Rio

O local é um dos maiores centro de tratamento de animais silvestres do país. São mais de 1,2 mil animais vivem lá

Mais de 600 animais morrem em centro de tratamento do Ibama.
Mais de 600 animais morrem em centro de tratamento do Ibama. (Foto: Arquivo Pessoal)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Mais de 600 animais silvestres morreram nos últimos meses em um centro de tratamento do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) que fica em Seropédica, na Baixada Fluminense. A empresa terceirizada que cuidava do espaço deixou de prestar o serviço no ano passado. A reportagem é do portal G1.

Um outro contrato, de emergência, foi feito, mas também foi rompido. Enquanto isso, animais vivem no meio de muita sujeira e quase sem alimentação.

A reportagem ainda informa que o local é um dos maiores centro de tratamento de animais silvestres do país. São mais de 1,2 mil animais vivem lá. Sob a responsabilidade do Ibama, os macacos, as aves e outros bichos deveriam estar se recuperando dos ferimentos causados pelo tráfico ilegal destas espécies.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email