Mangueira manda recado ao prefeito Crivella

"Prefeito, pecado é não brincar no Carnaval", dizia faixa da escola de samba da Mangueira, durante a primeira noite de desfiles no sambódromo do Rio de Janeiro

"Prefeito, pecado é não brincar no Carnaval", dizia faixa da escola de samba da Mangueira, durante a primeira noite de desfiles no sambódromo do Rio de Janeiro
"Prefeito, pecado é não brincar no Carnaval", dizia faixa da escola de samba da Mangueira, durante a primeira noite de desfiles no sambódromo do Rio de Janeiro (Foto: Gisele Federicce)

247 - A primeira noite de desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro foi marcada por mensagens políticas.

A Mangueira mandou um recado ao prefeito do Rio, Marcelo Crivella: "Prefeito, pecado é não brincar no Carnaval". A escola transformou o político, que é evangélico, em um boneco de Judas. O prefeito anunciou em vídeo no sábado que viajou à Europa durante o desfile do Grupo Especial. 

A brincadeira foi feita na última alegoria do desfile, na madrugada desta segunda-feira 12. A escola defende este ano o enredo "Com dinheiro ou sem dinheiro, eu brinco". 

Outro desfile com mensagem política vai fazer história: a Paraíso do Tuiuti expôs o golpe ao mundo ao retratar Michel Temer de vampiro, os paneleiros com camisa verde e amarela e até uma mão gigante representando a influência da mídia.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247