Marcelo D2 critica ação da polícia que resultou na morte de adolescente: "parem de matar nossos jovens... assassinos"

A morte do jogador de futebol Dyogo Costa Xavier de Brito (16), morto durante uma operação policial em Niterói, levou o cantor e compositor Marcelo D2 a criticar as incursões da polícia nas comunidades: "parem de matar nossos jovens.. assassinos”, postou

247 - A morte do jogador de futebol Dyogo Costa Xavier de Brito (16), morto durante uma operação policial na comunidade da Grota, em Niterói, usou as redes sociais para pedir proteção e que Deus o afastasse “da maldade ao redor”. O jovem foi baleado quando se dirigia para a casa de um amigo na Tijuca, bairro mais próximo à sede do clube América, onde jogava nas categorias de base. A morte violenta do jovem levou o cantor e compositor Marcelo D2 a criticar as incursões da polícia nas comunidades: Parem de matar nossos jovens.. assassinos”, postou. 

Nas redes sociais, familiares e amigos lamentaram a morte do adolescente, cujo corpo foi liberado pelo Instituto Médico Legal de Niterói nesta terça-feira (13). Dyogo foi enterrado no mesmo dia no Cemitério São Francisco Xavier, Charitas. 

Por meio de nota, a Polícia Civil ressaltou que policiais militares envolvidos na operação que resultou na morte do jovem serão chamados para prestar depoimento visando esclarecer as circunstâncias em que Dyogo foi baleado e morto. 

Confira a postagem de Marcelo D2 sobre o assunto. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247