Márcia Tiburi: Covas pratica crime eleitoral; redes levantam-se contra distribuição de cestas básicas

A filósofa Márcia Tiburi ecoa o clima de indignação que toma conta das redes com a distribuição de cestas básicas nas periferias pela Prefeitura de São Paulo às vésperas da eleição de domingo; “coronelismo sudestino à luz do dia em SP", afirma Xico Sá

Marcia Tiburi, Bruno Covas e distribuição de cesta básica
Marcia Tiburi, Bruno Covas e distribuição de cesta básica (Foto: Brasil 247 | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma onda de indignação toma as redes sociais nesta sexta-feira (27) com a distribuição em massa de cestas básicas nas periferias pela Prefeitura de São Paulo, às vésperas da eleição. Espantada, a filósofa Márcia Tiburi, questionou: “E Covas comprando votos com cesta básica? É crime eleitoral”. O jornalista Xico Sá nomeou: é “coronelismo sudestino à luz do dia em SP".A maneira como o jornal O Globo tratou o no Tweet assunto está merecendo repúdio também: “Com jingle de @brunocovas, entrega de cestas básicas pela prefeitura de São Paulo provoca reclamação de @GuilhermeBoulos”.

O candidato a prefeito de São Paulo pelo PSOL, Guilherme Boulos, disse nesta quinta-feira (26) que irá à Justiça contra Bruno Covas (PSDB), por conta da distribuição de cestas básicas pela Prefeitura às vésperas das eleições. “Denúncia gravíssima. Centenas de pessoas entraram em contato pra denunciar a distribuição de cestas básicas na periferia às vésperas da eleição em atividades de campanha de Bruno Covas. Vamos tomar as medidas cabíveis. É inacreditável e inaceitável que isso ainda aconteça!”, disse Boulos pelo Twitter.

Em vídeo que circula nas redes sociais, se vê carros com número 45, do PSDB, que toca música da campanha de Covas. Distribuição de cestas básicas, prática proibida pela legislação eleitoral, teria ocorrido essa semana, na Brasilândia. 

Assista ao vídeo da Rede Brasil Atual com o flagrante da distribuição das cestas básicas e, a seguir, os comentário na redes sociais:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

* * * 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247