Mesmo com revitalização, Rua da Lapa continua com lixo espalhado

Os 300 metros de extenso de lixos so contribudos por camels, mendigos, e at moradores da regio

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A tradicional Rua da Lapa, no centro, encontra uma das maiores desordem urbana da cidade, com quase 300 metros de extensão de lixos,camelôs que vendem miudezas e etc. O contraste é que o resto do bairro está passando por um acelerado processo de revitalização, desde a Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Lapa do Desterro até o início da Glória.

Mesmo com o trabalho da Comlurb sendo feito diariamente, a presença de moradores de rua e ambulantes contribuem para a sujeira do local. A equipe da Comlurb diz que não tem como controlar o despejo irregular dos moradores e das pessoas que passam ao local. Mas, segundo moradores, a falta de lixeira é constante naquela rua.

Para empresários da Lapa, a revitalização da rua que dá nome ao bairro - e que já teve moradores ilustres, como o escritor Machado de Assis - não ocorreu porque falta mobilização popular.

- A Rua da Lapa não aconteceu porque não há uma entidade de classe que una os empresários em torno de um objetivo, como aconteceu na Rua do Lavradio. A revitalização surgiu de um movimento dos próprios comerciantes com a criação da Feira Rio Antigo - disse o empresário Plínio Fróes, diretor de comunicação da Associação Polo Novo Rio Antigo.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email