Morre grávida baleada no Complexo do Alemão, no Rio

A jovem Karolayne Nunes, de 19 anos, morreu na tarde de ontem (9), depois de ficar mais de um mês internada no Hospital Municipal Miguel Couto, no Rio de Janeiro. Baleada no Complexo do Alemão, na madrugada de 3 de dezembro de 2017, ela estava grávida de cinco meses e perdeu o bebê

A jovem Karolayne Nunes, de 19 anos, morreu na tarde de ontem (9), depois de ficar mais de um mês internada no Hospital Municipal Miguel Couto, no Rio de Janeiro. Baleada no Complexo do Alemão, na madrugada de 3 de dezembro de 2017, ela estava grávida de cinco meses e perdeu o bebê
A jovem Karolayne Nunes, de 19 anos, morreu na tarde de ontem (9), depois de ficar mais de um mês internada no Hospital Municipal Miguel Couto, no Rio de Janeiro. Baleada no Complexo do Alemão, na madrugada de 3 de dezembro de 2017, ela estava grávida de cinco meses e perdeu o bebê (Foto: Charles Nisz)

Agência Brasil - A jovem Karolayne Nunes, de 19 anos, morreu na tarde de ontem (9), depois de ficar mais de um mês internada no Hospital Municipal Miguel Couto, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. Karolayne foi baleada no Complexo do Alemão, na madrugada de 3 de dezembro de 2017.

Ela estava grávida de cinco meses e perdeu o bebê.  A jovem foi atingida durante uma troca de tiros na localidade conhecida como Birosca, na comunidade da Fazenda, uma das favelas do Alemão.

Karolayne não morava na favela e estava no local visitando parentes.

O Brasil 247 quer a sua ajuda para tomar decisões importantes. Participe da pesquisa

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247