MP do Rio pede afastamento de Pezão do cargo

O Ministério Público do Rio de Janeiro entrou com uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o governador do Rio e pediu o afastamento de Luiz Fernando Pezão do cargo, além da suspensão dos direitos políticos do peemedebista por até cinco anos e pagamento de multa; há um mês, Pezão e o vice, Francisco Dornelles, tiveram o mandato cassado pelo TRE-RJ em outro processo

pezao
pezao (Foto: Gisele Federicce)

Rio 247 - O Ministério Público do Rio de Janeiro entrou com uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o governador Luiz Fernando Pezão. Nela, o MP pede o afastamento de Pezão do cargo, além da suspensão de seues direitos políticos por até cinco anos e o pagamento de uma multa. A ação é do procurador-geral de Justiça Ricardo Martins.

De acordo com informações do colunista Lauro Jardim, do Globo, o motivo é o fato de o governo Pezão não ter aplicado no setor de Saúde em 2014 e 2015 os 12% do total arrecadado com impostos previstos na Constituição Federal, assim como não foram repassados ao Fundo Estadual de Saúde, em 2014 e 2015, os recursos oriundos do Fundo Nacional de Saúde.

Há cerca de um mês, Pezão teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), assim como seu vice, Francisco Dornelles (PP), por abuso de poder econômico e político. Segundo a acusação, "o Governo do Estado do Rio de Janeiro concedeu benefícios financeiros a empresas como contrapartida a posteriores doações para a campanha do então candidato Pezão e de seu vice".

Pezão e Dornelles recorreram da decisão e aguardam novo julgamento no cargo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247