MP-RJ vê 'risco à integridade física' e pede transferência de Garotinho

O Ministério Público do Rio de Janeiro pede a transferência do ex-governador Anthony Garotinho do presídio José Frederico Marques, em Benfica, para outra unidade prisional. assinado pela promotora Márcia Vieira Piatigorsky, o documento afirma que a permanência de Garotinho em Benfica pode representar riscos a integridade física do ex-governador por conta da presença de outros investigados nas operações Calicute, Lava Jato, Fratura Exposta, e C’est Fini

Garotinho preso
Garotinho preso (Foto: Charles Nisz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio 247 - O Ministério Público do Rio de Janeiro pediu a transferência do ex-governador Anthony Garotinho da cadeia José Frederico Marques, em Benfica, para outra unidade prisional. Assinado pela promotora Márcia Vieira Piatigorsky, o documento afirma que a permanência de Garotinho em Benfica pode representar riscos a integridade física do ex-governador.

Garotinho foi levado nesta sexta-feira (24) da cadeia em Benfica, onde está preso, para a 21ª DP (Bonsucesso), para prestar depoimento. Garotinho alega ter sido agredido com um porrete e afirma, ainda, que apontaram uma arma para ele. No entanto, agentes da Secretaria Penitenciária dizem que ele se autolesionou. De acordo com o ex-governador, a cela em que está foi invadida na madrugada, mas os invasores não foram identificados.

No texto, o MP afirma que investigados pelas operações Calicute, Lava Jato, Fratura Exposta, e C’est Fini, como o ex-governador Sérgio Cabral, estão em Benfica. "Muitos desses réus tornaram-se conhecidos por formarem a chamada Gangue dos Guardanapos - cujas fotos foram amplamente divulgadas no blog do Garotinho - sendo integrantes de organização criminosa oriunda do partido político PMDB e conhecidos inimigos do casal Garotinho", diz o texto.

O parecer do MP também diz que uma vistoria constatou "tensão" causada pela presença dos ex-governadores no mesmo ambiente prisional. "Em fiscalização ordinária realizada nesta sexta (24), a signatária pode verificar o clima de tensão que prevalece naquela unidade pela coabitação de Anthony Garotinho com o ex-Governador Sérgio Cabral e demais integrantes da organização criminosa, não havendo meios de ser garantida a preservação da integridade física de Garotinho".

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247