MPRJ terá apoio de peritos oficiais de São Paulo para atuarem no caso da Chacina do Jacarezinho

A força-tarefa que investiga a Chacina do Jacarezinho terá ajuda da Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC) do Estado de São Paulo, órgão que não é subordinado à polícia paulista

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A força-tarefa que investiga a Chacina do Jacarezinho, que deixou 28 mortos na favela do Rio de Janeiro durante operação da Polícia Civil no dia 6 de maio, terá ajuda da Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC) do Estado de São Paulo.

O órgão não é subordinado à polícia paulista. O pedido de cooperação foi feito pelo Ministério Público do Rio (MPRJ).

Os promotores pedem perícia de confronto balístico nas armas apreendidas com os policiais civis que participaram da chacina.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email