Nenhum caso no Brasil: Ministério da Saúde descarta suspeita de coronavírus em Minas

Um caso suspeito de coronavírus em Minas Gerais foi descartado pelo Ministério da Saúde. A doença misteriosa que já matou pelo menos 17 pessoas na China

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Sputnik - Um caso suspeito de coronavírus em Minas Gerais foi descartado na tarde desta quarta-feira pelo Ministério da Saúde, que afirmou ainda que não há nenhum caso suspeito do que a pasta chama de "Pneumonia Indeterminada" que vem causando mortes na China.

Horas mais cedo, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) revelou que investiga a internação de uma brasileira de 35 anos, que desembarcou recentemente em Belo Horizonte de Xangai, na China. Ela está passando por exames para mais detalhes.

De acordo com as autoridades mineiras, ela apresentava problemas respiratórios e, por ter estado na China, acabou sendo tratada como um possível caso de coronavírus.

Contudo, o Ministério da Saúde descartou que trate-se de coronavírus, doença misteriosa que já matou pelo menos 17 pessoas na China.

"O caso noticiado pela SES-MG não se enquadra na definição de caso suspeito da Organização Mundial da Saúde (OMS), tendo em vista que o paciente esteve em Xangai, onde não há, até o momento, transmissão ativa do vírus. De acordo com a definição atual da OMS, só há transmissão ativa do vírus na província de Wuhan", informou a pasta, citada pelo G1.

Segundo informações da SES-MG, a mulher está em situação estável e não esteve em Wuhan.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email