Em Paraty, Coletivo Alvorada presta solidariedade a Glenn e pede Lula livre

O Coletivo Alvarada fez uma manifestação em Paraty (RJ) prestando solidariedade ao jornalista do site Intercept Brasil Glenn Greenwald e pedindo liberdade pra o ex-presidente Lula, condenado sem provas para ser tirado da eleição

(Foto: Esq>.: Coletivo Alvorada / Dir.: em cima (Gustavo Bezerra); embaixo (Stuckert))

247 - O Coletivo Alvarada fez na manhã deste sábado (28) uma manifestação em Paraty (RJ) prestando solidariedade ao jornalista do site Intercept Brasil Glenn Greenwald e pedindo liberdade pra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O Supremo Tribunal Federal deve julgar a suspeição do ministro Sérgio Moro (Justiça) até novembro. Ele era juiz e condenou Lula no processo do triplex em Guarujá (SP).

O jornalista vem revelando irregularidades da Lava Jato desde junho. Sérgio Moro e procuradores do Ministério Público Federal feriram a equidistância entre  quem julga e quem acusa. 

Moro interferiu no trabalho de procuradores ao recomandar, por exemplo, acréscimo de informações na elaboração de uma denúncia contra um réu - um réu — Zwi Skornicki, representante da Keppel Fels, estaleiro que tinha contratos com a Petrobrá.

O então juiz também questionou a capacidade de uma procuradora em interrogar o ex-presidente Lula. 

No caso do processo do triplex em Guarujá (SP), uma reportagem do Intercept apontou que o procurador Deltan Dallagnol duvidava da existência de provas contra Lula, acusado de ter recebido um apartamento da OAS como propina. 

"No dia 9 de setembro de 2016, precisamente às 21h36 daquela sexta-feira, Deltan Dallagnol enviou uma mensagem a um grupo batizado de Incendiários ROJ, formado pelos procuradores que trabalhavam no caso. Ele digitou: 'Falarão que estamos acusando com base em notícia de jornal e indícios frágeis… então é um item que é bom que esteja bem amarrado. Fora esse item, até agora tenho receio da ligação entre petrobras e o enriquecimento, e depois que me falaram to com receio da história do apto… São pontos em que temos que ter as respostas ajustadas e na ponta da língua'", diz o site.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247