No Rio, Temer recebe benção de pastor condenado por estupro

Durante visita ao Encontro Nacional de Comércio Exterior, Michel Temer recebeu uma bênção do pastor Marcos Pereira da Silva, líder da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias; Silva foi preso, em 2013, pelo crime de estupro, e condenado pela 2ª Vara Criminal de São João de Meriti, em primeira instância, a 15 anos de reclusão pelo crime de atentado violento ao pudor; pastor pediu para Deus “visitar o coração, a coluna, o rim, o intestino, o fígado”, entre outros órgãos do peemedebista 

Durante visita ao Encontro Nacional de Comércio Exterior, Michel Temer recebeu uma bênção do pastor Marcos Pereira da Silva, líder da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias; Silva foi preso, em 2013, pelo crime de estupro, e condenado pela 2ª Vara Criminal de São João de Meriti, em primeira instância, a 15 anos de reclusão pelo crime de atentado violento ao pudor; pastor pediu para Deus “visitar o coração, a coluna, o rim, o intestino, o fígado”, entre outros órgãos do peemedebista 
Durante visita ao Encontro Nacional de Comércio Exterior, Michel Temer recebeu uma bênção do pastor Marcos Pereira da Silva, líder da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias; Silva foi preso, em 2013, pelo crime de estupro, e condenado pela 2ª Vara Criminal de São João de Meriti, em primeira instância, a 15 anos de reclusão pelo crime de atentado violento ao pudor; pastor pediu para Deus “visitar o coração, a coluna, o rim, o intestino, o fígado”, entre outros órgãos do peemedebista  (Foto: Aquiles Lins)

Revista Fórum - Durante passagem pelo Rio de Janeiro, para uma visita ao Enaex (Encontro Nacional de Comércio Exterior), Michel Temer (PMDB), recebeu uma bênção do pastor Marcos Pereira da Silva, líder da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias. Veja o vídeo aqui.

Até ai tudo bem, não fosse o fato do tal pastor ter sido preso, em 2013, pelo crime de estupro, e condenado pela 2ª Vara Criminal de São João de Meriti, em primeira instância, a 15 anos de reclusão pelo crime de atentado violento ao pudor.

O pastor pediu para Deus “visitar o coração, a coluna, o rim, o intestino, o fígado”, entre outros órgãos do presidente.

Em dezembro de 2014, após 19 meses encarcerado, ele obteve liberdade após habeas corpus concedido pelo STF.

E o presidente não foi o primeiro político abençoado pelo líder religioso. Em 2016, ele aproveitou também para orar pelo vice-governador, Francisco Dornelles (PP).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247