MP pede mais um inquérito contra ministro do Turismo por Caixa 2 no laranjal do PSL

Ministério Público Eleitoral pediu que a Justiça abra um segundo inquérito contra Marcelo Álvaro Antônio (PSL) por suposta prática de caixa dois na eleição do ano passado. Duas novas testemunhas se apresentaram no dia em que a tensão entre Jair Bolsonaro e PSL atingiu seu grau máximo

Marcelo Álvaro Antônio e Jair Bolsonaro
Marcelo Álvaro Antônio e Jair Bolsonaro (Foto: Marcos Correa/PR)

247 - O Ministério Público Eleitoral pediu que a Justiça abra um segundo inquérito contra o ministro do turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL), por suposta prática de caixa dois na eleição do ano passado. Duas novas testemunhas se apresentaram nesta quarta-feira (9).

A reportagem do portral G1 destaca que "são duas mulheres que trabalharam na campanha de Marcelo Álvaro Antônio para deputado federal, em Conselheiro Lafaiete, na Região Central de Minas Gerais, a cerca de cem quilômetros de Belo Horizonte. 'Eu ficava no gabinete e também panfletava com as meninas nas ruas em prol dessa campanha dele', afirma uma mulher que preferiu não ser identificada."

A matéria ainda acrescenta que "as duas foram contratadas por Ivanete Nogueira, vice presidente do PSL na cidade e responsável pela equipe de trabalho da campanha de Marcelo no local. Nesta terça-feira, o Jornal Nacional mostrou a denúncia de Ivanete, que já prestou depoimento para a Polícia Federal. Segundo ela, pelo menos parte da campanha do ministro em Conselheiro Lafaiete foi paga via caixa dois. Ivanete disse que recebeu R$ 17 mil em dinheiro para efetuar os pagamentos em uma caixa de papel e que negociou direto com Marcelo"

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247