Operação Predador prende quadrilha dos 300%

Escutas ajudaram a descobrir esquema de agiotagem que funcionava em todo o Estado; juros de at 300% eram cobrados nos "emprstimos"; 13 foram presos hoje em Itabora

Rio_247 com agências - A polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu hoje 13 integrantes de quadrilha de agiotas que atuava em todo o estado. Eles emprestavam dinheiro a pessoas de baixa renda, com até 300% de juros. Outros dois integrantes do bando já estavam presos em Rio Bonito, cidade na baixada litorânea. Policiais usaram informações de escutas telefônicas para cumprir mandados de prisão. Alguns dos suspeitos foram presos em flagrante, segundo informações do delegado da 71ª DP (Itaboraí), Wellington Vieira.

Ainda segundo a polícia, a operação aconteceu nas cidades de Cabo Frio, na Região dos Lagos, Itaboraí, Niterói e São Gonçalo, na Região Metropolitana, e também no Rio.

Notas promissórias, cheques nominais a terceiros e extratos bancários com movimentações com números maiores que R$ 200 mil ao mês foram apreendidos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247