Operação que atirou contra comunidade no Alemão deixa cinco mortos e PM ferido

A operação começou no início da manhã e contou com o apoio de um helicóptero. Os moradores relataram que policiais atiravam do próprio helicóptero com fuzis, sem que houvesse troca de tiros

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Agência Brasil - Uma operação da Polícia Militar nesta quarta-feira (18), no Complexo do Alemão, deixou pelo menos cinco mortos e um policial gravemente ferido, segundo informações foram divulgadas pelas assessorias da PM e da Secretaria Estadual de Saúde.

A operação começou no início da manhã e contou com o apoio de um helicóptero. Os moradores relataram que policiais atiravam do próprio helicóptero com fuzis, sem que houvesse troca de tiros. Alunos da Escola Municipal Wilian Peixoto, na Maré, Zona Norte do Rio, afirmaram que a unidade foi alvo de tiros. Os disparos também teriam vindo do helicóptero da Polícia Civil

Nesta terça, houve o mesmo tipo de ataque, na favela do Jacarezinho, também na zona norte da cidade.

Foram mobilizados efetivos do Comando de Operações Especiais (COE), das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP), dos batalhões de Ações com Cães (BAC) e de Polícia de Choque (BPChq), do Grupamento Aeromóvel (GAM) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

Foram apreendidos um fuzil, quatro pistolas, 47 artefatos explosivos, 13 carregadores, munições e coletes táticos, além de 141 quilos de maconha, 177 trouxinhas de maconha, 860 pinos de cocaína, 4 quilos de cocaína e 68 pedras de crack.

O objetivo da operação era reprimir o tráfico de drogas e reposicionar as cabines blindadas da Polícia Militar instaladas na região.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email