Para deputado, sucateamento da Cedae faz parte de um projeto

Em conversa com a TV 247, o deputado estadual Waldeck Carneiro (PT-RJ) afirmou que a crise na captação e distribuição de água da Cedae para o Rio de Janeiro faz parte de um projeto de privatização da instituição. “Essa falta de cuidado com esse serviço tão importante tem a ver com uma lógica que está se impondo acerca da Cedae, que é a lógica de colocá-la sob a égide da privatização”, disse. Assista

Waldeck Carneiro
Waldeck Carneiro (Foto: Divulgação)

247 - O deputado estadual Waldeck Carneiro (PT-RJ) concedeu entrevista à TV 247 e falou da crise de abastecimento de água no Rio de Janeiro. Para ele, a situação faz parte de um projeto que visa a privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae).

Segundo Carneiro, a crise acontece em decorrência da incompetência técnica da Cedae, porém, é também um pedaço de um plano de sucateamento da empresa para, mais tarde, privatizá-la. “Acho que foi uma incompetência técnica, mas não é um fato isolado, é esse ponto que quero abordar. A crise da Cedae é um projeto, essa falta de apuro técnico, essa falta de cuidado com esse serviço tão importante tem a ver, talvez, com uma lógica que está se impondo acerca da Cedae, que é a lógica de colocá-la sob a égide da privatização. Para isso, uma das coisas importantes nesse cenário é fazer com que a Cedae se transforme no que se transformou no meio de janeiro, não que a Cedae não tenha problemas técnicos e que não deva ser aprimorada, deve ser, mas ela foi transformada em inimigo número um no Rio de Janeiro”.

O deputado explicou que a distribuição de água com mau cheiro e gosto aconteceu porque o protocolo da Cedae não foi aplicado corretamente, já que, ao ser acusada a presença de algas na água, a captação deveria ter sido interrompida. “Houve uma clara situação de incompetência técnica, particularmente no tocante à observância dos protocolos técnicos da própria Cedae”.

Inscreva-se na TV 247 e assista à entrevista na íntegra:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247