Pastor é preso suspeito de abusar sexualmente de pelo menos quatro mulheres em BH

De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais, o religioso convidava as fiéis para orações em um ambiente reservado e, nesse local, as orientava a praticar atos de cunho sexual

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um pastor de 38 anos foi preso por suspeita de abusar sexualmente de mulheres que buscavam ajuda espiritual. O homem saía de uma igreja quando foi detido, no bairro de Floresta, região leste de Belo Horizonte. Pelo menos quatro vítimas denunciaram o crime.

De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais, o pastor convidava as fiéis para orações em um ambiente reservado e, nesse local, as orientava a praticar atos de cunho sexual. As informações foram publicadas pelo BHAZ.

As vítimas disseram que ele pedia para elas colocar a boca no dedo polegar dele, simulando sexo oral, alegando a necessidade de expulsar maus espíritos delas. As mulheres contaram que ele as abraçava pelas costas, com força, e que podiam sentir o órgão genital do homem.

O crime de estupro é previsto no art. 213, e consiste em “constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso”. Mesmo sem conjunção carnal, o criminoso pode ser condenado a uma pena de reclusão de seis a 10 anos.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email