Paulo Marinho, que denunciou Flávio Bolsonaro: 'tenho sofrido ameaças violentas'

O empresário Paulo Marinho prestou novo depoimento à PF do Rio de Janeiro nesta terça-feira sobre suposto vazamento de informação a Flávio Bolsonaro de que Fabrício Queiroz seria alvo de uma operação da própria PF. Marinho disse ainda que terá o celular periciado na quinta-feira

Empresário Paulo Marinho
Empresário Paulo Marinho (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O empresário Paulo Marinho prestou novo depoimento à Polícia Federal nesta terça-feira (26) e disse a jornalistas que voltará à PF na quinta-feira (28) para ter seu celular periciado. Ele disse também estar sofrendo "ameaças violentas". 

Paulo Marinho é peça de uma investigação que apura se o senador Flávio Bolsonaro obteve informação prévia por um delegado da própria PF de que Fabrício Queiroz seria alvo de uma operação.

Marinho explicou que a perícia em seu celular não foi feita nesta terça por indisponibilidade da PF em decorrência de outras operações em andamento no mesmo dia. O empresário disse ainda que os investigadores terão acesso a informações armazenadas "na nuvem" em seu aparelho celular.

Ele também contou que tem sofrido "ameaças violentas" após ter divulgado as informações que envolvem Flávio. "Não me sinto nem um pouco intimidado por isso, sabia que isso acontecer. Existe ameaça, existe devassa, existe tudo que você pode imaginar".

Paulo Marinho falou também que seu capítulo na investigação se encerra com o depoimento dado nesta terça. "Para mim, esse capítulo se encerra hoje. Não tenho mais nada para acrescentar. Esse capítulo é página virada. Não tenho inimigos, não trabalho no gabinete do ódio e não vou continuar batendo lata nesse assunto. Minha missão como cidadão está cumprida".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247