Pesquisa XP mostra avanço de Boulos

Pesquisa XP/Ipespe apontou que o candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, saiu de 10% na semana passada para 13% dos votos, ficando na terceira posição. Em primeiro lugar está Celso Russomanno (Republicanos), com 28%, à frente do prefeito Bruno Covas, do PSDB (23%), em segundo lugar

Guilherme Boulos
Guilherme Boulos (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Pesquisa XP/Ipespe apontou que o candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, saiu de 10% na semana passada para 13% dos votos, ficando na terceira posição. Em primeiro lugar está Celso Russomanno (Republicanos), com 28% - antes eram 27% dos votos. O prefeito Bruno Covas (PSDB) pulou de 22% para 23%. Os dados foram divulgados pelo jornal Valor Econômico

O ex-governador Márcio França (PSB) manteve os 8%, assim como os candidatos Arthur do Val (Patriota) e Jilmar Tatto(PT), com 3% cada.

A rodada desta semana mostra ainda Russomanno e Covas numericamente empatados em eventual segundo turno, ambos com 40%. 

De acordo com o levantamento, saiu de 21% para 15% os que dizem não saber em quem vão votar ou que votariam nulo ou em branco.

Os entrevistados foram questionados novamente sobre a avaliação da administração Covas. O grupo que considera a atual gestão ótima ou boa oscilou um ponto positivo, de 31% para 32%, e o que a descreve como ruim ou péssima se manteve em 27%. 

Sobre o governo Jair Bolsonaro, o percentual de ruim ou péssimo passou de 46% para 45%, e ótimo ou bom, de 26% para 29%. 

A administração do governador João Doria manteve relativa estabilidade na análise dos eleitores (ruim ou péssimo passando de 40% para 39%, e bom ou ótimo estável em 21%).

A pesquisa ouviu 800 eleitores da cidade de São Paulo entre os dias 12 e 14 de outubro. Está registrada no TSE sob o número TSE SP-08993/2020.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247