PGR pede abertura de inquérito para apurar possível desacato de Daniel Silveira a agente do IML

No IML, Daniel Silveira se recusou a colocar máscara de proteção contra o coronavírus e bateu boca com uma agente que pedia o uso do equipamento

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, pediu nesta sexta-feira (19) ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de inquérito para apurar possível desacato na conduta do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) com uma agente do Instituto Médico Legal (IML) no Rio de Janeiro.

Silveira foi gravado se recusando a colocar máscara de proteção contra o coronavírus dentro do IML, mesmo com a repetida orientação de uma agente do local.

Apesar da filmagem, Medeiros pediu uma investigação mais aprofundada para saber o que ocorreu antes e depois das imagens que circularam pela internet.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email