PMs teriam removido homem baleado sem perícia

Um vídeo publicado pelo jornal Extra mostra um grupo de policiais da UPP da Rocinha retirando um homem baleado durante uma operação realizada antes que a perícia fosse feita; os agentes levaram a vítima, identificada como Josiel Rafael Silva, 43 anos, ao hospital Miguel Couto; de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, no entanto, ele nunca deu entrada na unidade, porque já havia chegado morto

Um vídeo publicado pelo jornal Extra mostra um grupo de policiais da UPP da Rocinha retirando um homem baleado durante uma operação realizada antes que a perícia fosse feita; os agentes levaram a vítima, identificada como Josiel Rafael Silva, 43 anos, ao hospital Miguel Couto; de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, no entanto, ele nunca deu entrada na unidade, porque já havia chegado morto
Um vídeo publicado pelo jornal Extra mostra um grupo de policiais da UPP da Rocinha retirando um homem baleado durante uma operação realizada antes que a perícia fosse feita; os agentes levaram a vítima, identificada como Josiel Rafael Silva, 43 anos, ao hospital Miguel Couto; de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, no entanto, ele nunca deu entrada na unidade, porque já havia chegado morto (Foto: Leonardo Lucena)

Jornal do Brasil - Um vídeo publicado pelo jornal Extra mostra um grupo de policiais da UPP da Rocinha retirando um homem baleado durante uma operação realizada no sábado antes que a perícia fosse feita. Os agentes levaram a vítima, identificada como Josiel Rafael Silva, 43 anos, ao hospital Miguel Couto. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, no entanto, ele nunca deu entrada na unidade, porque já havia chegado morto.

As imagens foram gravadas pelos próprios policiais e mostram os agentes indecisos e nervosos. Enquanto um grupo defendia a retirada somente depois da chegada de peritos da Polícia Civil, outro pedia a presença de um superior no local. Um PM chegou a questionar se a ordem para a retirada foi dada por uma major. A UPP da Rocinha é comandada pela major Priscilla Azevedo.

A Secretaria de Segurança afirmou em nota que os policiais socorreram a vítima por não poderem constatar se o homem estava vivo. A Coordenadoria de Polícia Pacificadora também afirmou que a vítima foi levada ainda com vida ao hospital.

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247