Polícia encontra digitais de assassino de Marielle

Segundo reportagem do jornal O Globo, policiais civis e federais que investigam a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes conseguiram colher digitais parciais do assassino ou da pessoa responsável por municiar a pistola 9mm usada no crime, praticado no último dia 14 de março

Marielle Franco 
Marielle Franco  (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio 247 - Policiais civis e federais que investigam a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes conseguiram colher digitais parciais do assassino ou da pessoa responsável por municiar a pistola 9mm usada no crime, praticado no último dia 14 de março, informou reportagem de Antônio Werneck, do jornal O Globo.

As digitais encontradas nas cápsulas, de acordo com os peritos, estão fragmentadas, o que significa que, a princípio, não podem ser comparadas com as armazenadas no banco de dados das polícias do Rio e Federal. Segundo agentes que atuam no caso, no entanto, é possível confrontá-las com as de um eventual suspeito, diz a matéria.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247