Polícia identifica mais 2 vítimas do crime ambiental cometido pela Vale, em Brumadinho

A Polícia Civil de Minas Gerais divulgou a identificação de mais duas vítimas do rompimento da Barragem da Vale, em Brumadinho: João Tomaz de Oliveira, de 46 anos, motorista de caminhão-pipa, e Noel Borges de Oliveira, de 50 anos, encarregado de obras. Ambos eram funcionários terceirizados, de acordo com o comunicado

(Foto: REUTERS/Washington Alves)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Civil de Minas Gerais divulgou a identificação de mais duas vítimas do rompimento da Barragem da Vale, em Brumadinho: João Tomaz de Oliveira, de 46 anos, motorista de caminhão-pipa, e Noel Borges de Oliveira, de 50 anos, encarregado de obras. Ambos eram funcionários terceirizados, de acordo com o comunicado.

A reportagem do portal Uol destaca que "eles foram identificados pela equipe do Laboratório do Instituto de Criminalística, por meio do exame de DNA. Com isso, 259 pessoas foram identificadas e 11 continuam desaparecidas."

A matéria ainda lembra: "a barragem se rompeu no dia 25 de janeiro deste ano, liberando uma avalanche de lama que destruiu comunidades e poluiu o Rio Paraopeba."

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247