Polícia investiga participação de segundo veículo em morte de vereadora

Polícia abriu uma nova linha de investigação ao apurar a participação de um segundo veículo no assassinato da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) e do seu motorista Anderson Gomes; suspeita é que os ocupantes do veículo estivessem dando cobertura para o carro onde estavam os assassinos antes da vereadora sair de um evento no centro do Rio

Polícia abriu uma nova linha de investigação ao apurar a participação de um segundo veículo no assassinato da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) e do seu motorista Anderson Gomes; suspeita é que os ocupantes do veículo estivessem dando cobertura para o carro onde estavam os assassinos antes da vereadora sair de um evento no centro do Rio
Polícia abriu uma nova linha de investigação ao apurar a participação de um segundo veículo no assassinato da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) e do seu motorista Anderson Gomes; suspeita é que os ocupantes do veículo estivessem dando cobertura para o carro onde estavam os assassinos antes da vereadora sair de um evento no centro do Rio (Foto: Paulo Emílio)

Rio 247 - A polícia abriu uma nova linha de investigação ao apurar a participação de um segundo veículo no assassinato da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) e do seu motorista Anderson Gomes. A suspeita é que os ocupantes do veículo estivessem dando cobertura para o carro onde estavam os assassinos antes da vereadora sair de um evento no centro do Rio.

Segundo os investigadores, o veículo suspeito de dar cobertura para os matadores ficou estacionado por duas horas em frente ao local do evento. A principal linha de investigação é de execução, uma vez que os assassinos fugiram sem levar nada das vítimas.

De acordo com os policiais, Marielle não tinha o costume de andar no banco de trás do carro, o que reforça a suspeita de que ela vinha sendo observada desde o momento em que saiu do evento.

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247