Polícia já fez mais de 200 escoltas de caminhões de combustível no Rio

Os comboios foram usados para garantir o abastecimento de empresas de ônibus, aeroportos, órgãos de saúde e de segurança pública; Central de Escoltas da Secretaria de Segurança já fez 204 ações com a participação das polícias Militar, Rodoviária Federal, Força Nacional e Forças Armadas

Os comboios foram usados para garantir o abastecimento de empresas de ônibus, aeroportos, órgãos de saúde e de segurança pública; Central de Escoltas da Secretaria de Segurança já fez 204 ações com a participação das polícias Militar, Rodoviária Federal, Força Nacional e Forças Armadas
Os comboios foram usados para garantir o abastecimento de empresas de ônibus, aeroportos, órgãos de saúde e de segurança pública; Central de Escoltas da Secretaria de Segurança já fez 204 ações com a participação das polícias Militar, Rodoviária Federal, Força Nacional e Forças Armadas (Foto: Voney Malta)

Por Vitor Abdala/Agência Brasil - A Central de Escoltas da Secretaria Estadual de Segurança já fez 204 escoltas de caminhões de combustível no estado do Rio de Janeiro, desde o dia 21 de maio. Os comboios foram usados para garantir o abastecimento de empresas de ônibus, aeroportos, órgãos de saúde e de segurança pública, entre outros.

A greve dos caminhoneiros, iniciada há uma semana, comprometeu o abastecimento de combustível em todo o estado do Rio de Janeiro.

Segundo a Secretaria de Segurança, a Central de Escoltas conta com a participação das polícias Militar e Rodoviária Federal, da Força Nacional de Segurança e de militares das Forças Armadas.

Ontem, as Forças Armadas também ocuparam a Refinaria Duque de Caxias (Reduc) para garantir que caminhões de combustível comecem a abastecer também os postos de gasolina da região metropolitana.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247