PM-RJ identifica e abre inquérito contra policiais que fizeram escolta a Gabriel Monteiro

A Polícia Militar do Rio de Janeiro identificou os membros da corporação que fazem a escolta ilegal e armada do candidato a vereador e ex-PM Gabriel Monteiro. A conduta dos policiais viola código da instituição

Gabriel Monteiro, candidato a vereador, com escolta.
Gabriel Monteiro, candidato a vereador, com escolta. (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Militar identificou e abriu inquérito contra os agentes que participaram da escolta ilegal armada ao candidato a vereador Gabriel Monteiro (PSD), na última quarta-feira. A corporação apurava a conduta dos militares desde a manhã desta sexta-feira.

O jornal O Dia publicou imagens de campanha divulgadas pelo próprio candidato, onde os policiais aparecem sem fardamento e portando armas ao lado do ex-PM.

Os policiais responderão a processo interno pelas violações do código da corporação. O candidato a vereador disse estar sob proteção do Estado. Por seu lado, a PM diz que a proteção se restringe ao domicílio do ex-PM, em Copacabana. Além disso, a corporação explica que essa escolta é feita por policiais fardados. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247