Polícia prende homem suspeito de participar de incêndio contra estátua de Borba Gato em SP

O homem, que não teve identidade revelada, é o motorista de um caminhão que conduziu parte do grupo até o endereço onde está localizada a estátua de Borba Gato, com pneus que foram usados no incêndio

Incêndio na estátua do Borba Gato, em São Paulo
Incêndio na estátua do Borba Gato, em São Paulo (Foto: Reprodução/Instagram)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A Polícia Civil prendeu, na madrugada deste domingo (25), um homem suspeito de atuar no incêndio da estátua de Borba Gato, em Santo Amaro, na zona sul da capital paulista, na tarde deste sábado (24). A reportagem é do jornal Folha de S.Paulo. 

Segundo as investigações do 11º DP (Santo Amaro), o suspeito é o motorista de um caminhão que conduziu parte do grupo até o endereço onde está localizada a estátua com pneus que foram usados no incêndio.

A polícia diz que o veículo usado também estava com as placas adulteradas. "As investigações prosseguem para identificar e localizar os demais autores", disse, por nota, o governo de João Doria (PSDB).

PUBLICIDADE

De acordo com nota da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, a polícia busca imagens e outras informações que possam ajudar "na identificação e localização dos demais autores do ato de vandalismo".

A reportagem ainda informa que o que já se sabe é que, por volta das 13h30, um grupo desembarcou de um caminhão e espalhou pneus na avenida Santo Amaro e em torno do monumento, ateando fogo logo depois. Um movimento chamado Revolução Periférica assumiu a autoria do incêndio.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email