Polícia quer avaliação da sanidade mental de racista que atacou motoboy em Valinhos

A Polícia Civil colheu nesta terça-feira depoimento de testemunhas do caso

Rapaz faz ataques racistas contra motoboy em SP
Rapaz faz ataques racistas contra motoboy em SP (Foto: Reprodução (Twitter))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Civil colheu depoimentos nesta terça-feira (11) de testemunhas do caso de racismo de um homem em Valinhos, São Paulo, que humilhou um motoboy que fazia entregas por aplicativo. O morador do condomínio onde o caso aconteceu que gravou o ocorrido também foi ouvido.

Além dos depoimentos, o delegado responsável pela investigação, Luís Henrique Apocalypse Joia, informou que irá solicitar uma avaliação da sanidade mental de Mateus Almeida Prado, o agressor. "Assim que todas as provas testemunhais e periciais forem colhidas, o delegado representa ao juiz pela instalação de incidente de insanidade mental. Aí o juiz concorda ou não".

Nesta segunda-feira o advogado do motoboy entrou com uma representação criminal por injúria racial contra Prado.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247