Polícia tem ação contra milícia dos cabos na Região dos Lagos

A Delegacia de Represso s Aes do Crime Organizado e Inquritos Especiais (DRACO/IE) com o apoio da Polcia Civil fazem hoje a Operao Tigre; o objetivo desarticular quadrilha que explora gatos do sinal de canais de TV a cabo.

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Rio - A Delegacia de Repressão às Ações do Crime Organizado e Inquéritos Especiais (DRACO/IE) com o apoio da Polícia Civil, está realizando nesta quinta-feira (1), a Operação Tigre. O objetivo da ação é desarticular uma quadrilha que explora a difusão ilegal do sinal de canais de TV a cabo na cidade de Arraial do Cabo, na Região dos Lagos fluminense.

Durante um ano de investigações, a DRACO/IE descobriu indícios de envolvimento de que milicianos em atuação na Região dos Lagos com a prática criminosa sob investigação. O fato que surpreendeu os policiais durante a investigação é que a exploração ilegal era realizada por uma transmissora de TV e não por pessoas físicas ou por pessoas jurídicas de pequena expressão. Vinte policiais da especializada realizaram diligências em quatro pousadas que transmitem os referidos canais e na sede da empresa que realiza a transmissão clandestina.

De acordo com o titular da especializada, o delegado Alexandre Capote, os responsáveis pelo esquema criminoso responderão pelos crimes de estelionato, furto qualificado e formação de quadrilha. A operação encontra-se em andamento. Até o momento, uma pessoa, responsável pela empresa que realizava a transmissão de sinal, foi presa. Foi apreendido farto material que comprovam a prática criminosa.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email