Policial que pisou em pescoço de mulher em SP é indiciado por abuso de autoridade

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informa que o 25º DP abriu um Inquérito Policial Militar para investigar a atuação do policial João Paulo Servato, que está afastado

Policial militar pisando no pescoço de uma mulher negra de 51 anos na Zona Sul de SP.
Policial militar pisando no pescoço de uma mulher negra de 51 anos na Zona Sul de SP. (Foto: Reprodução/TV Globo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Civil de São Paulo indiciou por abuso de autoridade o policial militar que foi filmado pisando no pescoço de uma mulher negra de 51 anos durante abordagem em Parelheiros, na capital paulista.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informa que o 25º DP abriu um Inquérito Policial Militar para investigar a atuação do policial João Paulo Servato, que está afastado do serviço operacional.

A mulher, dona de um bar de Parelheiros, na zona sul de São Paulo, relatou agressões físicas por parte de um Policial Militar quando ela foi defender um amigo derrubado e desfalecido no chão. A viúva, de 51 anos, disse que, ao pedir para o policial cessar a violência, foi empurrada para uma grade e agredida por outro agente.

O caso aconteceu no dia 30 de maio, em Parelheiros, porque um cliente estacionou o veículo com som em alto volume, enquanto consumia no local.

A mulher disse que levou três socos e foi derrubada com uma rasteira. Na queda, ela afirmou ter fraturado a tíbia.

A comerciante afirmou que desmaiou quatro vezes, mas a violência não parava. "Quanto mais eu me debatia, mais ele apertava a botina no meu pescoço", acrescentou.

A comerciante foi atendida num hospital com ferimentos no rosto, nas costas e com a perna quebrada. Foi levada para uma delegacia, onde ficou detida até o dia seguinte.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247