Presidente da Tuiuti: chuva pode ter provocado acidente

O presidente da escola de samba Paraíso do Tuiuti, Renato Thor afirmou que o carro tenha pedido a direção e provocado o acidente por causa de chuva - 20 pessoas ficaram feridas; "A avenida foi pintada recentemente, com a chuva, acho que o carro perdeu um pouco do controle, porque agora você dirige o carro de trás pra frente, de frente pra trás, e nada acontece. A chuva que, de repente deixou o carro um pouco meio sem direção", disse ele, que  prestou depoimento na 6ª Delegacia de Polícia (Cidade Nova)

O presidente da escola de samba Paraíso do Tuiuti, Renato Thor afirmou que o carro tenha pedido a direção e provocado o acidente por causa de chuva - 20 pessoas ficaram feridas; "A avenida foi pintada recentemente, com a chuva, acho que o carro perdeu um pouco do controle, porque agora você dirige o carro de trás pra frente, de frente pra trás, e nada acontece. A chuva que, de repente deixou o carro um pouco meio sem direção", disse ele, que  prestou depoimento na 6ª Delegacia de Polícia (Cidade Nova)
O presidente da escola de samba Paraíso do Tuiuti, Renato Thor afirmou que o carro tenha pedido a direção e provocado o acidente por causa de chuva - 20 pessoas ficaram feridas; "A avenida foi pintada recentemente, com a chuva, acho que o carro perdeu um pouco do controle, porque agora você dirige o carro de trás pra frente, de frente pra trás, e nada acontece. A chuva que, de repente deixou o carro um pouco meio sem direção", disse ele, que  prestou depoimento na 6ª Delegacia de Polícia (Cidade Nova) (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 - O presidente da escola de samba Paraíso do Tuiuti, Renato Thor afirmou, nesta quinta-feira (2), que o carro tenha pedido a direção e provocado o acidente por causa de chuva - 20 pessoas ficaram feridas no domingo (26).

"A avenida foi pintada recentemente, com a chuva, acho que o carro perdeu um pouco do controle, porque agora você dirige o carro de trás pra frente, de frente pra trás, e nada acontece. A chuva que, de repente deixou o carro um pouco meio sem direção", disse ele, que  prestou depoimento na 6ª Delegacia de Polícia (Cidade Nova).

Segundo Thor, a escola tem um engenheiro que acompanhou a construção dos carros. Ele disse que o engenheiro trabalha na escola há muito tempo e "é de confiança". "Nunca teve esse problema. Até ele [o engenheiro] ficou surpreso dos fatos acontecidos", acrescentou. "Eu prestei todos os esclarecimentos e agora é só aguardar. Os peritos disseram[que a roda estava quebrada], mas eu não posso falar por mim".

Um dia após incidente, outro problema, no desfile da Unidos da Tijuca, deixou 12 feridos, após o afundamento de uma parte da alegoria. 

Ainda continuam internadas quatro pessoas feridas nos dois acidentes ocorridos na Marquês de Sapucaí.

Maria de Lurdes Maura Ferreira, de 58 anos, que sofreu fraturas nas pernas e traumatismo craniano; Elizabeth Joffe , de 55 anos, que segue  estado é grave no CTI; outra pessoas também em estado grave está internada no Hospital Lourenço Jorge e que se feriu por conta da queda de parte do carro alegórico da Unidos da Tijuca, e a fotógrafa Lúcia Regina de Melo Freitas, de 56 anos, que apresenta um quadro clínico é considerado estável, mas ainda inspira cuidados.

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247