Região Metropolitana do Rio recebe reforço policial

Segundo a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (Pmerj), a partir da próxima semana serão enviados cerca de 600 policiais para os municípios de Duque de Caxias e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e de São Gonçalo, na Grande Niterói, divididos em 200 para cada cidade; a decisão foi tomada após o aumento da violência nessas regiões

Segundo a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (Pmerj), a partir da próxima semana serão enviados cerca de 600 policiais para os municípios de Duque de Caxias e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e de São Gonçalo, na Grande Niterói, divididos em 200 para cada cidade; a decisão foi tomada após o aumento da violência nessas regiões
Segundo a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (Pmerj), a partir da próxima semana serão enviados cerca de 600 policiais para os municípios de Duque de Caxias e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e de São Gonçalo, na Grande Niterói, divididos em 200 para cada cidade; a decisão foi tomada após o aumento da violência nessas regiões (Foto: Leonardo Lucena)

Da Agência Brasil

A região metropolitana do Rio vai receber reforço no policiamento este mês. Segundo a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (Pmerj), a partir da próxima semana serão enviados cerca de 600 policiais para os municípios de Duque de Caxias e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e de São Gonçalo, na Grande Niterói, divididos em 200 para cada cidade. A decisão foi tomada após o aumento da violência nessas regiões.

Segundo o secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, a escolha dos locais foi realizada de acordo com o que apontam os relatórios de análise de delitos. A finalidade é focar essas ações nas regiões de Nova Iguaçu, Duque de Caxias e São Gonçalo, exatamente em lugares onde existe uma mancha criminal.

A estudante de letras Karine Sena, de 22 anos, diz que tem medo de andar no centro de Duque de Caxias por conta dos relatos de assaltos. "Desde a época em que instalaram as unidades de Polícia Pacificadora na cidade do Rio, a violência aqui na Baixada parece só piorar. Não só eu, mas muita gente acredita nisso. Pouco se nota segurança em Caxias, os roubos são freqüentes. Estudo à noite e várias vezes tive que sair mais cedo da aula por medo de ser mais uma vítima dos bandidos", afirma.

Em Nova Iguaçu, a bacharel em direito Elaine Chiote, 24 anos, acredita que o reforço deve ajudar, mas deveria ter sido enviado há mais tempo. "Perdi um colega da faculdade no ano passado, vítima de um assalto na via Light. Há muito tempo já escutava pessoas dizendo que eram roubadas ali, mas nada era feito", lamenta.

Segundo os dados mais recentes do Instituto de Segurança Pública (ISP), em julho deste ano, na Baixada Fluminense foram registrados 13.442 ocorrências, 2.392 roubos de rua e 155 homicídios. Já na região da Grande Niterói, no mesmo período, houve registro de 6.947 ocorrências, 1.259 roubos de rua e 33 homicídios.

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247