Relator pede que impeachement de Crivella seja arquivado

O relator da Comissão do processo de impeachment contra o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, vereador Luiz Carlos Ramos Filho (Podemos), isentou o chefe do Executivo municipal de culpa nas ilegalidades do processo de aditamento dos contratos de exploração de publicidade de mobiliário urbano, investigado pela comissão. Foi solicitado o arquivamento do processo que tramita na Câmara dos Vereadores

(Foto: Tomaz Silva - ABR)

247 - O relator da Comissão do processo de impeachment contra o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, vereador Luiz Carlos Ramos Filho (Podemos), isentou o chefe do Executivo municipal de culpa nas ilegalidades do processo de aditamento dos contratos de exploração de publicidade de mobiliário urbano, investigado pela comissão. Foi solicitado o arquivamento do processo que tramita na Câmara dos Vereadores.

O parlamentar apontou, no entanto, irregularidades na renovação dos contratos que foram objeto para a abertura do processo.

 “O voto deste relator, em caráter definitivo, não enxerga responsabilidade pessoal do prefeito, senhor Marcelo Crivella, em nenhuma das denúncias descritas. Julgo pela total improcedência da denúncia (....) entende o relator que o Poder Executivo deverá, de imediato, adotar as providências necessárias para abrir processo contra os servidores que participaram dos processos administrativos, tendo em vista os sucessivos erros no procedimento”, disse o relator. 

A próxima etapa do processo é a realização de uma votação na próxima terça-feira (25) em plenário.

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247