Rio: 24 agentes penitenciários afastados por suspeita de coronavírus

Pelo menos 24 agentes penitenciários do Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, estão afastados de suas funções por suspeita de contaminação pelo coronavírus

(Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - No Rio de Janeiro, 24 agentes penitenciários do Complexo de Gericinó, na Zona Oeste, estão afastados de suas funções por suspeita de contaminação pelo coronavírus.

"Desse total, 21 estão em isolamento domiciliar por causa dos sintomas. Dois voltaram de viagem ao exterior e, por isso, estão cumprindo quarentena antes de voltar ao trabalho. Um agente está afastado porque a filha teve contaminação por coronavírus confirmada após ser testada. Além dos agentes penitenciários, uma técnica de enfermagem lotada na Cadeia Pública Jorge Santana também foi afastada", informa a reportagem do jornal O Globo, que teve acesso a um documento interno da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email