Rio recebe novos trens e barca comprados na China por R$ 293 milhões

O governador do estado Luiz Fernando Pezão destacou a importância das novas aquisições para a cidade, pois "há mais de 50 anos que não se comprava uma barca nova”; a barca, que irá operar na linha Praça XV-Araribóia, tem capacidade para dois mil passageiros e, segundo a concessionária do serviço, é apenas a primeira de um total de oito novas embarcações que estarão em funcionamento até junho de 2015

Rio de Janeiro - RJ - 11.12.2014 - Governador Luiz Fernando Pezão no recebimento da Barca Pão de Açucar no Porto do Rio.
 Foto: Carlos Magno.
Rio de Janeiro - RJ - 11.12.2014 - Governador Luiz Fernando Pezão no recebimento da Barca Pão de Açucar no Porto do Rio. Foto: Carlos Magno. (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Agência Brasil 

A cidade do Rio Janeiro recebeu hoje  (22), quatro trens e uma barca, denominada Pão de Açúcar, comprados na China pelo governo estadual, por R$ 293 milhões, para reforçar o transporte público na capital fluminense. A previsão é que, dentro de 60 dias, barca e trens já estejam circulando.

O governador do estado Luiz Fernando Pezão destacou a importância das novas aquisições para a cidade, pois "há mais de 50 anos que não se comprava uma barca nova”.

A barca, que irá operar na linha Praça XV-Araribóia, tem capacidade para dois mil passageiros e, segundo a concessionária do serviço, é apenas a primeira de um total de oito novas embarcações que estarão em funcionamento até junho de 2015.

A nova embarcação, de dois andares, possui dupla proa e é equipada com ar-condicionado, janelas panorâmicas, bicicletário, espaço para cadeirantes e possibilidade de embarque e desembarque simultâneo.

Já os quatro novos trens, poderão transportar até 1,2 mil passageiros em cada viagem e possuem ar-condicionado, passagem interna entre os vagões, sistema  que não permite a abertura das portas durante as viagens, sistema interno de segurança, mais iluminação e maior espaço interno.

Segundo a Secretaria de Estado de Transportes (Setrans), de 100 trens chineses comprados pelo estado, 50 já estão em circulação e fazem o transporte de 48 mil pessoas diariamente.

Por e-mail, o presidente da SuperVia, Carlos José Cunha, afirmou que o processo de renovação do sistema ferroviário do Rio de Janeiro é irreversível, contínuo e fundamental para os passageiros.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247