Rio tem 8,6 mil agentes para garantir ordem pública

Eles fiscalizaro vendedores ambulantes no autorizados pela prefeitura, folies e o cumprimento do horrio pelos blocos de carnaval

Agência Brasil - O Rio de Janeiro colocou 8,6 mil homens, entre agentes da Secretaria Especial de Ordem Pública (Seop) e guardas municipais, para garantir a ordem pública durante o carnaval que foi oficialmente aberto hoje (17). Eles fiscalizarão vendedores ambulantes não autorizados pela prefeitura, foliões e o cumprimento do horário pelos blocos de carnaval.

A secretaria informou que tanto os guardas municipais como os agentes da Seop estarão distribuídos em diferentes lugares da cidade. Cerca de 3 mil funcionários vão atuar na fiscalização dos desfiles dos blocos de rua. Já o monitoramento do Terreirão do Samba e do Sambódromo será feito por 2,4 mil agentes da prefeitura.

Os foliões que pretendem circular pelos locais de grande concentração de blocos, como a Avenida Rio Branco, Lapa, Avenida 28 de Setembro, Estrada Intendente Magalhães, Praça Saens Peña, Largo da Taquara, Largo Verdun e Ilha de Paquetá serão monitorados por 3,2 mil guardas municipais e agentes da Seop.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247