Rio tem acidente com ônibus BRT e caminhão

Um acidente com um caminhão e um ônibus BRT na Avenida Brás de Pina, na Penha, bloqueou o trânsito; o caminhão ficou atravessado na pista, que ficou interditada; o tráfego foi liberado quase uma hora depois da colisão, que ocorreu às 7h25; o consórcio BRT, contudo, afirma que não houve colisão, mas, sim, que o caminhão enguiçou, bloqueando a passagem; imagens de TV mostram a frente do caminhão colada à lateral do ônibus

Um acidente com um caminhão e um ônibus BRT na Avenida Brás de Pina, na Penha, bloqueou o trânsito; o caminhão ficou atravessado na pista, que ficou interditada; o tráfego foi liberado quase uma hora depois da colisão, que ocorreu às 7h25; o consórcio BRT, contudo, afirma que não houve colisão, mas, sim, que o caminhão enguiçou, bloqueando a passagem; imagens de TV mostram a frente do caminhão colada à lateral do ônibus
Um acidente com um caminhão e um ônibus BRT na Avenida Brás de Pina, na Penha, bloqueou o trânsito; o caminhão ficou atravessado na pista, que ficou interditada; o tráfego foi liberado quase uma hora depois da colisão, que ocorreu às 7h25; o consórcio BRT, contudo, afirma que não houve colisão, mas, sim, que o caminhão enguiçou, bloqueando a passagem; imagens de TV mostram a frente do caminhão colada à lateral do ônibus (Foto: Leonardo Lucena)

Jornal do Brasil - Um acidente com um caminhão e um ônibus BRT na Avenida Brás de Pina, na Penha, bloqueou o trânsito na manhã desta segunda-feira (9). O caminhão ficou atravessado na pista, que ficou interditada. Um reboque estava a caminho por volta das 9h40. O JB já vinha alertando para o risco de acidentes do módulo de transporte implantado no Rio, devido a questões como sinalização precária e campanha educativa ineficiente.

O tráfego foi liberado quase uma hora depois da colisão, que ocorreu às 7h25. O consórcio BRT, contudo, afirma que não houve colisão, mas, sim, que o caminhão enguiçou, bloqueando a passagem. Imagens de TV mostram a frente do caminhão colada à lateral do ônibus BRT.

O Consórcio também informou que outro coletivo foi enviado ao local para o transporte dos passageiros.

Especialistas alertam para graves acidentes que podem acontecer nesta fase de adaptação ao novo modal, especialmente pela sinalização precária e falta de campanha educativa por parte dos governos estadual e municipal. Vale lembrar que no BRT que já circula pela Barra da Tijuca, há um extenso histórico de atropelamentos e acidentes.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247