Rogério Correia: 'se Dallagnol fugir de audiência na Câmara é porque quer ocultar crime que cometeu'

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara (CTASP) vai realizar uma audiência pública para ouvir o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Força Tarefa da Lava Jato. O convite a Dallagnol foi feito pelo deputado federal do PT Rogério Correia e tem como objetivo esclarecer as conversas vazadas entre ele e procuradores da Lava Jato. A reunião está marcada para as 14h da próxima terça-feira (3).

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara (CTASP) vai realizar uma audiência pública para ouvir o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Força Tarefa da Lava Jato. O convite a Dallagnol foi feito pelo deputado federal do PT Rogério Correia e tem como objetivo esclarecer as conversas vazadas entre ele e procuradores da Lava Jato. A reunião está marcada para as 14h da próxima terça-feira (3). 

A reportagem do site PT Na Câmara, destaca que "entre outros temas, o parlamentar petista disse que Dallagnol precisa explicar conversas entre procuradores que apontam para atos de perseguição ao ex-presidente Lula e de manipulação do processo que culminou com a sua condenação e prisão."

Rogério Correa salienta: "tudo isso precisa ser debatido, a sociedade precisa ter noção do que está acontecendo. Vamos colocar os ‘pingos nos is’, ouvir o que Dallagnol tem a dizer, ouvir as denúncias, para que a sociedade tire a conclusão das injustiças que estão fazendo com o presidente Lula. Quero ver se ele vem. É importante que ele venha para dizer o que foi esse processo da Lava Jato. Infelizmente ele está fugindo, já se negou a vir a Câmara outras vezes."

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email