Russomanno se irrita com perguntas sobre dívidas e processos na Justiça

Russomanno teve contas bancárias e bens bloqueados, incluindo seus carros, para saldar dívida objeto de ação de cobrança na Justiça

(Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Débora Sögur-Hous, Metrópoles - Celso Russomanno negou que usa advogada paga com recursos públicos, lotada em seu gabinete na Câmara dos Deputados, para trabalhar em questões pessoais. Segundo reportagem publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, a advogada que representou o deputado em um acordo trabalhista, sem relação com a atuação de Russomanno como deputado, foi Fernanda Teixeira Popov, sua secretária parlamentar.

“Ela é minha advogada há muitos anos. E no dia que ela foi fazer o despacho, ela não estava trabalhando porque estava de atestado. Está tudo documentado”, afirmou Russomanno.

O candidato não quis comentar detalhes de tal ação trabalhista, como o teor, os honorários e o contexto do atestado da advogada. Também não quis comentar notícias sobre o bloqueio de bens na Justiça por conta de uma dívida de R$ 7 milhões. Quando questionado, se irritou.

Leia mais no Metrópoles.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247