Sampaoli ameaça deixar o Santos se for obrigado a cumprimentar Bolsonaro

Peronista, o argentino Jorge Sampaoli teria tido uma "áspera discussão" com cartolas do Santos, deixando claro que é contra o uso da Vila Belmiro como palanque político para Jair Bolsonaro

Jorge Sampaoli
Jorge Sampaoli (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Revista Fórum - O técnico do Santos, o argentino Jorge Sampaoli, estaria disposto a deixar o clube caso seja obrigado a cumprimentar Jair Bolsonaro, que insiste em assistir ao clássico contra o São Paulo que acontece neste sábado (16) na Vila Belmiro. As informações são do Blog do Paulinho, do jornalista Paulo Cezar de Andrade Prado.

Segundo o blogueiro, Sampaoli teve uma “áspera discussão” com cartolas do Santos, deixando claro que é contra o uso da Vila Belmiro como palanque político e que deixará o clube se for obrigado a cumprimentar Bolsonaro.

Leia na íntegra na Revista Fórum

Leia também:
Torcidas do Santos repudiam presença de Bolsonaro
Sampaoli não quer contato com Bolsonaro na Vila Belmiro

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247